/*-- Continue lendo --*/ .jump-link {margin: 10px; padding: 2px; font-size:20px;line-height:22px;font-weight: 300; font-family: sans-serif;Open Sans Condensed', sans-serif; width: 120px;} .jump-link a{ color: #76537b} .jump-link a:hover{ color: #8e8e8e}

01/03/2017

RESENHA: A MAIS PURA VERDADE - DAN GEMEINHART

Título Original: The Honest Truth
Autor:  Dan Gemeinhart 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 217
Onde Comprar:  Submarino; Amazon


"O mundo inteiro é uma tempestade, eu acho e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, ás vezes, nós as encontramos. E seguimos em frente."

        Mark é considerado uma criança normal. Uma criança normal com um sonho, com um cachorro, uma família e uma melhor amiga Jesse. Mas ao mesmo tempo Mark carrega uma doença com ele e é essa doença que faz com que ele queira perseguir seus sonhos ainda   mais. 
          Essa doença não é que nem as outras, é uma doença que necessita de acompanhamento médico, e provavelmente não pode ser tratada, então Mark pega sua câmera, seu cachorro Beau, seu caderno e caneta e decidi perseguir uma promessa que fez ao seu avô: escalar uma montanha e fugir de todos os seus problemas. Ele não quer mais ser reconhecido como o garoto doente, ele quer ser reconhecido como um garoto normal. E escalando o topo do Monte Reiner ele acredita que pode virar essa pessoa normal mesmo que ele morra tentando fazer isso. 





AMEI AMEI AMEI AMEI! Simplesmente me apaixonei pelo livro, pelos personagens e pela escrita do autor. 


O livro é escrito por meio de dois pontos de vista sendo um de Mark, o personagem principal do livro, e de sua melhor amiga Jess, mostrando como ela está se sentindo com a fuga de Mark. 
O livro mostra tudo que você quer e ainda mais. Começa com uma simples fuga de um menino com câncer que só tem um desejo antes de morrer e quer fazer tudo para realizá-lo. Com seu cachorro, ele simplesmente parte para essa aventura no meio da tempestade, uma loucura. 

"Sozinho, estou deixando meu lar. 
Uma nova jornada, uma nova estrada. 
Para as montanhas agora."

A abordagem que o autor fez sobre amizade, e sobre a importância da mesma é simplesmente fantástica e cheia de sentimento, faz você estar dentro do livro, sentindo a perda de ambos os lados ( Jess e de Mark) e mesmo assim a amizade deles é  mais forte do que nunca. Só faz você querer uma amizade igual a deles.

"Mesmo a muitos quilômetros de distância, 
um amigo ainda pode segurar a sua mão 
e estar ao seu lado." 

" [...] Ela podia sentir para onde ele estava indo, e seu corpo estremecia só de pensar naquilo. Ela falava com ele, mesmo através da distância e da tempestade, que molhava e agitava sua janela; conversava por meio do amor que sentia pelo amigo, que estava vagueando só Deus sabe por onde. Ela podia até senti-lo. Esse era o tipo de amizade que tinham. Ela sentia a dor dele."

O livro me fez refletir bastante e pensar sobre a vida durante a leitura. Não tenho nada ruim para falar sobre esse livro eu simplesmente amei de um jeito que fiquei até  sem palavras para descrever como foi a minha experiência com esse livro. 

"A vida é um saco. Essa é a mais pura verdade. Mais uma coisa que eu não entendo: 
por que todo mundo tenta fingir ser o que não é? "

Ah, e lógico que não podemos esquecer de falar do Beau. Beau é o cachorro de Mark e é quem ele leva em toda essa aventura. Ele é simplesmente super companheiro de seu dono e o autor escreveu de um jeito que quando o cachorro sofria de algum jeito você sofria junto com ele sem pensar duas vezes. 

"Claro que eu estava sozinho. Mas eu tinha Beau ao meu lado. 
E um Beau valia mais que um mundo inteiro cheio de solidão."

Eu me identifiquei muito com Mark. Adorei o fato de ele tirar foto de tudo e ter uma mente aberta mas, ao mesmo tempo não aberta para experiências. Várias coisas que ele fazia durante o livro fez com que eu me identificasse totalmente com o protagonista. 

" - É como se, sei lá, eu levasse um pedaço de vida comigo. Todas essas coisas acontecem, todos esses pequenos momentos passam por nós e vão embora. Então você vai embora. Mas, quando você tira uma foto, aquele momento não passa.
 Você o prende. É seu. Você pode guardá-lo. "

É um livro que me fez chorar e refletir e me trouxe diversas emoções diferentes. Recomendo MUITO a todos essa leitura maravilhosíssima.

E você, o que achou da resenha? Já leu o livro? Comenta aqui embaixo o que achou, adoro ler o comentário de vocês :)