/*-- Continue lendo --*/ .jump-link {margin: 10px; padding: 2px; font-size:20px;line-height:22px;font-weight: 300; font-family: sans-serif;Open Sans Condensed', sans-serif; width: 120px;} .jump-link a{ color: #76537b} .jump-link a:hover{ color: #8e8e8e}

23/07/2016

RESENHA: EU, VOCÊ E A GAROTA QUE VAI MORRER - JESSE ANDREWS

Título original: Me, Earl and the dying girl
Editora: Fábrica 231
Páginas: 285
Autor: Jesse Andrews
Onde comprar: Submarino; Amazon


                         "Não faço ideia do que escrever nesse livro idiota" 
                                                        ( página 7) 

   Já havia dias que estava querendo por a mão nesse livro, e finalmente aqui está a resenha deles para vocês! 

     Descrevendo o livro com uma única palavra apenas poderia dizer: HILÁRIO. Meu Deus, acho que isso nunca aconteceu antes, não passar uma página sem rir. É muito difícil ter um livro que me faça rir, ainda mais rir pela leitura toda! 

     O livro é escrito de uma maneira diferente. É escrito na primeira pessoa,  como se fosse um livro que Greg, um dos personagens principais, fosse o autor do livro. 
     Ele irá contar a história de Greg, um adolescente de 17 anos na fase do colegial. Greg é gordinho, mas pelo que parece ele não sofre bullying pois possui uma técnica de não ficar em 'grupo' por muito tempo. Ele  sempre tenta passar despercebido na escola, tendo apenas um amigo Earl, na qual ele apenas convive, na maioria das vezes, fora do ambiente escolar. 
     Earl é descrito como um garoto baixinho e com cara de 10 anos, mas que já fuma e  tem um temperamento bem irritado. Ele vive com a mãe que não liga muito para ele e com os meios-irmãos que a maioria é traficante ou possui tatuagens como o irmão mais novo de Earl que tem apenas 13 anos e tem uma tatuagem no braço. Earl e Greg se conheceram quando pequenos e decidem virar amigos em um trabalho que tinham que fazer com umas meninas. Após assistirem  o filme 'Aguirre, a cólera dos Deuses', eles acabam ficando mais amigos ainda, por serem os únicos garotos de 10 anos  que gostam de um filme como esse. A partir daí eles decidem  começar a fazer os próprios filmes, que fazem com o que encontram na frente deles, e os filmes ficam péssimos. Greg até começa a se achar o pior diretor da história do cinema e assim, não deixam ninguém ver os filmes. Ninguém mesmo. 
     A história realmente começa quando conhecemos Rachel. Rachel é uma garota, que Greg já havia falado com ela quando pequeno, que possui leucemia. Quando a mãe de Greg descobre que a menina está 'morrendo' ela obriga Greg a virar amigo dela. É aí que a reviravolta começa, de uma amizade obrigada acaba se formando uma amizade verdadeira. Rachel é uma das únicas pessoas, em vez de Earl, os pais de Greg e o próprio Greg,  que assistem os filmes produzidos por eles. E, o mais estranho de tudo, é que ela realmente gosta. No final eles até produzem um filme para ela. 
       A família de Greg aparece pouco no livro, mas o que eles já aparecem já da pra ter uma ideia de que é uma família meio louca. 




      O livro é muito engraçado, e o autor não tem medo de se expressar, falando palavrões no meio do livro e realmente escrevendo de um jeito como se fosse um garoto de 17 anos. A ideia de fazer o livro como supostamente o autor fosse um dos personagens foi muito legal e diferente.  Foi o que, em minha opinião, deixou o livro único. 
       O filme do livro já está disponível e os atores estão ótimos. Recomendo o livro á todos que quiserem uma boa risada. 





  Se você já leu o livro comente aqui embaixo do que achou do mesmo! Adoro ler o comentários sobre a opinião de vocês. :)